Histórico

Placa entrada da Igreja

A Igreja Presbiteriana do Setor Pedro Ludovico é fruto de trabalho Missionário, fato este que não pode cair no esquecimento, pois está relacionado com a sua história.

Em 1955, por iniciativa do missionário menonita, Rev. Ricardo Bürkholden, que deu início ao trabalho, auxiliado pelo jovem Antônio Alvim, este, na época membro da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, no bairro do Setor Pedro Ludovico, na residência da irmã Manoela Antônia Dias, de saudosa memória, pois ela veio a óbito, depois dos cem anos de idade. Mais tarde este missionário teve de retornar ao seu país de origem e a União Presbiteriana de Homens (UPH), da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, assumiu a direção do trabalho, sob a liderança do Sr. José Joaquim da Motta e um seu irmão. Em 1961, o trabalho passou à jurisdição da Missão Oeste no Brasil, período em que se construiu algumas salas de alvenaria, no terreno doado pelo Estado, à Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, na Avenida Circular com a Rua um mil e quarenta. A Congregação ficou sob os cuidados pastorais do Rev. Sebastião Tílmann, e posteriormente a Missão designou o Evangelista Adolfo Potenciano, hoje pastor Jubilado, para assumir o trabalho da mesma. E algum tempo depois, a Missão designou o Rev. Paul B. Smith, que passou o trabalho em 1964 para o Rev. George Hurst e em 1965 este, ao Rev. Álvaro Almeida Campos, quando foi designado o Evangelista Armando de Paula Bonilha.   Nesta fase, foi iniciado a edificação do atual templo. Este já foi alterado várias vezes, mas a parte original ainda conserva. Em 1971, esta Congregação foi transferida para o Presbitério de Goiânia, assumindo o pastorado da mesma o Rev. Álvaro Almeida Campos, para atos pastorais, e foi auxiliado pelo Evangelista Celso Soares de Oliveira.

Em 1976, o Presbitério designou o Rev. Divino José de Oliveira, para atos pastorais e o Evangelista Manoel Aquino Cavalcante. De 1977 a 1979, o Presbitério de Goiânia designou o Rev. José Gonçalves de Siqueira, e juntamente com ele, o Rev. Luiz do Lago, este, de saudosa memória, para atos pastorais desta Congregação e assumiu a direção dos trabalhos, auxiliando os pastores, o Evangelista Édson de Souza, também já falecido. Em 1979, a Congregação foi emancipada, sendo assim, organizada oficialmente em Igreja, no dia 09 de dezembro de 1979.

Desde sua organização, assumiram o pastorado desta Igreja, para atos pastorais, Rev. José Gonçalves de Siqueira e Rev. Luiz do Lago, de 1979 a 1981. Em 1982 assume o Rev. Divino José de Oliveira até 1983. Em 1984 é designado o Rev. Ivan Gilbert Granham Ross. Em 1985 o Presbitério designou o Rev. Tércio Rocha para o pastorado da Igreja que ficou até 1987.Em Janeiro de 1988 o Presbitério designou o Rev. Jôer Correa Batista que permaneceu até 1991. Em 1992 o Presbitério designou o Rev. Valdeci dos Santos. Em 1993 foi designado o Rev. Celso Soares de Oliveira que permaneceu até 2004. E em 1999 o Rev. Divino de Fátima Gonçalves foi designado como pastor auxiliar. Em 2001, foi designado também o Rev. Izaqueu Alves Brandão como segundo pastor auxiliar, sendo que tanto o Rev. Divino, como o Rev. Izaqueu, são filhos na fé da Igreja Presbiteriana do Setor Pedro Ludovico. Em janeiro de 2005 o Rev. Divino de Fátima Gonçalves foi designado pelo Presbitério de Goiânia como Pastor Efetivo e permaneceu nesta condição pelo menos até o ano de 2.011, onde uma fatalidade o levou para Glória e a Igreja foi assumida pelo Rev. Afonso Barbosa em janeiro de 2012. Observa-se ainda que o Rev. Divino encontrou-se na igreja desde a sua conversão em 1980, e ao longo deste tempo foi Diácono, Presbítero, Professor e Superintendente da Escola Dominical, como Seminarista atuou de forma significativa juntamente com sua família na implantação do trabalho no Setor Expansul em Aparecida de Goiânia, que atualmente é liderada pelo Sem. Ediney Batista da Silva.

Oriundos desta Igreja, encontram-se exercendo o sagrado ministério cinco pastores, sendo eles: Rev. Celso Soares de Oliveira, Rev. Agnaldo Duarte Faria, Rev. Izaqueu Alves Brandão e o Rev. Adivair Peres do Carmo. Por aqui passaram diversos seminaristas, e atualmente trabalha conosco o irmão e seminarista Gedeon José Moreira.

Louvado seja Deus a quem pertence toda honra e toda glória.

O QUE A IGREJA CRÊ:

Crê nas Escrituras Sagradas como única regra de fé e prática.

Crê na inerrância das Escrituras Sagradas.

Crê no Deus Triuno e Soberano.

Aceita como símbolos de fé:

*A Confissão de Fé de Westminster.

*O Catecismo Maior.

*O Breve Catecismo.

A Igreja Presbiteriana do Setor Pedro Ludovico, tem como alvo principal adorar e glorificar a Deus, enfatizando: Adoração, Louvor, Evangelização, Comunhão e discipulado.

Adota como sistema de Governo:

A Constituição da Igreja Presbiteriana a do Brasil

O Código de Disciplina, da IPB.

Os Princípios de Liturgia da IPB